24.09.2015
Autor: Box1824

2015: o ano em que selfies mataram mais que tubarões

Com a popularização crescente do Facebook e, sobretudo, do Instagram, as imagens provavelmente nunca exerceram uma influência tão poderosa sobre a humanidade. Nunca tantas fotos foram tiradas, nunca tanta gente morreu por causa delas: estamos no nono mês de 2015, mas 12 pessoas já morreram em acidentes envolvendo selfies até agora. Achou pouco? Pois saiba que os tubarões, predadores tão temidos por muita gente, mataram apenas oito pessoas no mesmo período.

O último caso aconteceu na semana passada. Um turista japonês morreu depois de despencar de uma escada enquanto tentava fazer uma selfie no Taj Mahal, na Índia. Esse tipo de acidente é o mais comum entre as mortes por selfie. Quatro dos 12 casos fatais foram de gente que caiu enquanto tentava tirar uma foto de si mesmo. Em segundo lugar, aparecem as selfies com trens em movimento… Pois é.

A preocupação com o fenômeno é tamanha que o governo russo lançou em julho deste ano uma cartilha num movimento nacional para conscientizar a população sobre os perigos da selfie. Um parque nacional no estado do Colorado, nos Estados Unidos, chegou a fechar as portas porque as pessoas não conseguiam parar de tirar selfies com… ursos.

Há algo de errado na humanidade.

Via.

Made by:

by

For:

vivo

VIVO - Conectados vivemos melhor