10.09.2015
Autor: Box1824

A Wikipedia perdeu meio bilhão de visitas nos últimos meses

A Wikipédia, que já teve cerca de 3 bilhões de visitantes únicos por mês, vê seu tráfego despencar em centenas de milhões de visitas nos últimos meses. Dentre as várias razões para explicar o porquê desses dados terem caído, algumas análises atribuíam ao Google a queda nas referências de pesquisa para a Wikipédia. O problema, no entanto, é decorrente de outros fatores mais esporádicos.

Os dados da própria Fundação Wikimedia, organização que gerencia a Wikipédia, apontam que o Google não é exatamente um vilão. Apesar das visitas provenientes de pesquisas terem caído nos últimos meses, a proporção de pageviews com as referências do Google na verdade subiu (!) de 33 para 36% (porcentagens aproximadas).

A mudança no protocolo de navegação da Wikipédia também ajuda na queda de acessos. Em junho, foi anunciado que os sites da Wikimedia seriam criptografados com o protocolo HTTPS, que garante a segurança e privacidade, uma vez que é mais difícil para software de terceiros monitorarem a sua navegação. Consequentemente, de acordo com a SimilarWeb, visitas falsas, normalmente originadas por bots, não são contabilizadas:

“Essa mudança para o HTTPS impacta o tráfego em várias formas. Por exemplo, afetou uma série de robôs que rastejam por entre as páginas da Wikimedia. [A mudança] também afeta como os motores de pesquisa indexam as páginas, levando a uma menor medição do tráfego.”

O protocolo HTTPS contribuiu a reduzir o número de cliques falsos e não necessariamente quer dizer que o Google está desfavorecendo a Wikipédia nas pesquisas.

Vale lembrar que a queda não afeta só a Wikipédia: seus milhões de artigos contém referências para outros sites importantes que recebem visitas porque foram fonte para uma página na enciclopédia livre. Uma queda colossal nas visitas da Wikipédia pode ser interpretada como uma queda no tráfego da internet nos desktops como um todo.

Leia a notícia completa no Tecnoblog.

Tags:

Matérias Relacionadas

Made by:

by

For:

vivo

VIVO - Conectados vivemos melhor