23.06.2016
Autor: Box1824

E se o Wi-Fi também fosse um alarme?

Sistemas de segurança podem ser bem caros e pouco acessíveis a pessoas comuns e donos de pequenos estabelecimentos. Pensando nisso, o núcleo de desenvolvimento da agência de comunicação Grey Brasil criou um pequeno dispositivo que usa a rede Wi-Fi da sua casa para detectar a presença de corpos estranhos.

O wifialarm é um pequeno gadget mais ou menos do tamanho de um roteador de internet que, inclusive, atua em parceria com um roteador. Para funcionar, o ideal é que os aparelhos estejam posicionados em lugares opostos. Eles se comunicam frequentemente em busca de alguma mudança na movimentação dentro da casa. Ainda dá para ligar repetidores de sinal para aumentar a área de monitoramento do sistema, e assim não deixar que nenhum canto da sua casa fique fora do alcance.

Como ele faz isso? Usando as ondas da rede Wi-Fi: as ondas normalmente seguem um padrão. Então se o local está vazio mas alguém invadir o local, por exemplo, esse padrão será alterado. E aí o wifialarm envia uma notificação push para um app no seu smartphone avisando que é possível que algo estranho esteja na sua casa, dando a chance de avisar a polícia, um vizinho ou quem for para conferir se tudo está sob controle.

Veja no vídeo:

 

A ideia da Grey com o gadget é “democratizar a segurança”. O público-alvo é claro: pessoas que querem um sistema de segurança em casa, mas não podem pagar uma fortuna por isso, ou pequenos estabelecimentos que também não tem grana para coisas mais elaboradas. Pense em pet shops, cabeleireiros, ou pequenas lojas de rua, que podem ser alvo de ladrões com alguma frequência. Com o gadget, teriam como saber se alguém entrou no estabelecimento durante a noite, por exemplo, e avisar a polícia para evitar um mal maior. Ele também pode emitir sinais sonoros para afugentar o intruso.

Para evitar alarmes falsos, o wifialarm só avisa quando percebe uma grande perturbação no sinal. Assim, seu gato ou cachorro podem continuar caminhando pela casa sem problema algum sem que o gadget pense que tem um intruso no seu lar.

Leia mais no artigo da Gizmodo.

Made by:

by

For:

vivo

VIVO - Conectados vivemos melhor