10.06.2015
Autor: Box1824

O ‘boom’ dos ‘youtubers’ no Brasil

“Agora é o boom dos youtubers. Pode ser que daqui a pouco passe, então preciso aproveitar ao máximo e me dedicar a esse trabalho”, explica, pragmática e com a pele impecável, Nina Santina, 21, dona de um canal de maquiagem no YouTube, o Niina Secrets, que ultrapassou a marca de mais de um milhão de seguidores.

Para continuar faturando —a participação dela em grandes campanhas, propagandas em vídeos, posts no Instagram e presença em evento podem lhe render 60.000 reais—, ela decidiu adiar os planos de fazer uma universidade, mas seguiu investindo em formação. Já fez cursos de fotografia, maquiagem, desenho de moda, foi morar em Nova York.

Quando ela fala do boom dos youtubers está falando de uma plataforma que só cresce em termos de atração de verba publicitária. Segundo dados do Interactive Advertising Bureau ( IAB Brasil), marcas e negócios devem investir quase um bilhão de reais em 2015 para anunciar na plataforma vídeo, contra 811 milhões de reais em 2014.

Nina pretende seguir com seus vídeos por muito tempo. Sabe, no entanto que essa fama dos youtubers pode diminuir bastante quando, por exemplo, uma nova rede social vire a queridinha da vez. “Eu espero estar nessa nova tendência. Temos sempre que migrar. Agora mesmo a moda é o Snapchat e eu já estou lá”, conta. Para ela, o sucesso de um canal, como o dela, não está atrelado ao meio que é transmitido e nem tanto ao conteúdo, o mais importante é a personalidade e o carisma do produtor de conteúdo.

Confira a entrevista completa no El País.

Matérias Relacionadas

Made by:

by

For:

vivo

VIVO - Conectados vivemos melhor