20.08.2015
Autor: Box1824

Periscope: o lado B dos eventos

Apertar um botão e transmitir ao vivo diretamente do celular: essa é a magia do Periscope, muito simples, mas também com um grande potencial. A fórmula para o sucesso é a completa integração com o Twitter. Tornou-se o meio mais popular para acompanhar eventos, humoristas, manifestações e shows. Não há uma programação, o conteúdo expira após 24 horas e, embora o vídeo seja vertical, a princípio criticado, o aplicativo consagra-se como a opção adequada para transmissões através do celular. Com menos de três meses de vida, tornou-se o meio audiovisual preferido de celebridades, redes de televisão, atletas e usuários que descobrem uma janela direta para mostrar o que os rodeia em tempo real.

A revista Info fez uma entrevista com Kayvon Beykpour, fundador e diretor-presidente do Periscope. Selecionamos alguns highlights desse papo:

 
P. A luta de boxe entre Pacquiao e Mayweather, em Las Vegas, multiplicou a popularidade do seu aplicativo. Despertou muita polêmica porque rompeu a exclusividade da TV paga. Vocês se consideram concorrentes para valer?

R. Absolutamente. No boxe, no basquete, no beisebol, a televisão tem ângulos, replays, definição… O Periscope serve para se ter uma ideia de algo em primeira pessoa. Você pode mostrar o lado B, a parte de trás de um grande evento, mas nunca competir. Os meios que se juntaram procuraram se aproximar dos apresentadores, das estrelas, para contar de outra maneira. É complementar.

P. Quando saíram os óculos do Google, alguns lugares se precipitaram em proibi-los porque atentavam contra a privacidade de seus clientes. Pode acontecer o mesmo com o Periscope?

R. Neste momento, como sociedade, já percorremos um longo caminho juntos. O conceito de privacidade mudou. O fato de que todo mundo tenha um telefone celular com uma câmera de qualidade notável nos tornou mais conscientes do nosso poder, mas também da nossa responsabilidade. Se eu tiver que decidir, estou mais do lado da transparência, eu acho que é bom para o mundo.
 
Veja a entrevista completa aqui.

Made by:

by

For:

vivo

VIVO - Conectados vivemos melhor