29.03.2016
Autor: Box1824

Tay, a inteligência artificial da Microsoft que causou polêmica

O perfil da usuária @TayandYou no Twitter parece com o de muitos adolescentes que usam a rede social todos os dias: ela possui uma estética própria, fala com bastante empolgação sobre tudo. Mas Tay não é uma adolescente – apenas foi desenvolvida para parecer uma. O que se lê e vê nas redes sociais dela foi cuidadosamente curado por uma equipe de profissionais da Microsoft com o intuito de “realizar um experimento e conduzir pesquisas sobre a compreensão das conversas”.

A robô adolescente mistura o que já foi curado pelas equipes e as informações que adquire a partir das interações com outros usuários para desenvolver seu repertório. Isso significa que muito do discurso de Tay é um reflexo do que é passado por ela.

Foram necessárias 24 horas para a garota artificial se desenvolver na internet, tempo o suficiente para a trajetória tomar uma rota inesperada e para a Microsoft acabar com o experimento. Pelo menos temporariamente. Como Tay desenvolve seus conhecimentos a partir das interações que tem com outros usuários, em pouco tempo estava publicando mensagens de ódio. E aí a Microsoft decidiu “desligá-la” por tempo indeterminado.

tay-bye

Vários cientistas e intelectuais, como Stephen Hawking, discutem publicamente os riscos do desenvolvimento de inteligência artificial. Se uma inofensiva adolescente acabou se transformando em uma ferrenha seguidora do nazismo, o que aconteceria no caso das armas autônomas? Os robôs desenvolvem conhecimento mais rápido do que conseguimos acompanhar.

Matérias Relacionadas

Made by:

by

For:

vivo

VIVO - Conectados vivemos melhor